31/01/2013

Minto


Ao dizer que te esqueci, minto. Ao dizer que não significas nada, minto. Ao dizer que já passou, que não me falta nada, minto. Ao dizer que a tua presença, assim como a tua ausência, me é indiferente, minto. Respiro fundo, coloco um sorriso e minto. Minto para me proteger, porque é suposto seguir com a vida, encontrar outra pessoa, mas eu não consigo fingir a esse ponto. Tu seguiste em frente e eu fiquei. Fiquei presa às nossas recordações, às nossas promessas. O que é que eu poderia ter feito? Queimar as nossas fotos? Deitar o quarto de pernas para o ar? Parar de comer, de sair, de sorrir?... Para quê? Isso não me levaria a lado nenhum, não deixaria de te amar, não te iria esquecer, continuarias preso ao meu coração.

4 comentários:

Munisa Galficar disse...

como te entendo !
mas, um dia tudo passa , (we believe so..)
beijinho*

PepperGirl ♥ disse...

O teu texto fez todo o sentido para mim, passo exactamente pelo mesmo, mas temos de ser fortes, um dia o sentimento há-de acabar, ou talvez não, mas temos de ter esperança!

Paula Taveira disse...

Uma dia vai passar, tudo passa. E um dia vais poder dizer isso e dizer "E não estou a mentir" *
Vai tudo acabar bem.

Giveaway a decorrer! * <3 participa
http://thefashionicons.blogspot.pt/2013/01/giveaway-projecto-glow-in-dark.html

*The fashion icons*

Ana disse...

oh, muito obrigada (: